A casinha? Uma mulher que é parente de seu doutor, Dona Alice, ela levou eu pra escola e aí falou assim: “Ei seu Du, é o seguinte: você pega sua bola, os meninos pegam as deles e as mulheres pegam as delas, quem furar na mão do outro ganha essa casa aqui que é bonitinha, ganha de presente”

Aí quando acabou eu peguei, sou alto...eu peguei, fui em cada um, ligeiro assim... e beliscava com as unhas rápido, ninguém ganhava de mim, porque eu dava um pulo com a mãozona, aí quando acabou, bati, pipoquei as bolas de todo mundo... Aí ela falou: “Quem ganhou a casa foi Seu Du!” Aí me entregou, eu ganhei, ela falou que era pra botar moeda, mas eu não boto, eu não gosto de botar moeda aqui dentro, porque eu já carrego uma bolsinha na cintura, aí eu já acostumei com as moedas aqui, a casinha eu deixo lá no quarto que eu moro...

Aqui nela tem uma porta e janela, aqui tem um sobrado em cima... Eu deixo ela no cantinho, na prateleirinha lá.

< Compartilha essa lembrança >


Imagens


Gabinete imagem
Colectivo Infinitos Monos 2015 by Javier Cruz