Aquela foto é o seguinte, eu tava meio tomado, aí veio um cara e tirou aquela foto de mim, então pegou e guardou, eu nem lembrava. Passando um certo tempo, ele falou assim: oh ziquinha, eu tenho uma foto sua lá. E eu respondi, rapaz eu quero a foto, eu pago. Porque ele trabalhava num negócio de retrato, né? Então ele falou assim: olha, eu vou te dar. Mas ele tava bêbado também, me deu e entregou a foto. Eu dei uma cachaças pra ele também. É primo de segundo grau meu. Tem até um quadro dele ai no quarto. Só o quadro. O lugar da foto é pertinho daqui, o rio é pertinho daqui, rio Brumado, poço dos homens, onde o povo tomava banho antigamente. O lugar ainda existe, mas não é como era. Tudo lameado, cheio de lama, terra, já nasceu muita grama, depois da barragem pra cá.

< Compartilha essa lembrança >


Imagens


Gabinete imagem
Colectivo Infinitos Monos 2015 by Javier Cruz