Consegui com meu patrão, o patrão me deu, trabalhava com ele na roça. E lá escutava música nela, na vitrola. Aí foi muito bom. Depois deixei um tempo a vitrola com meus pais. Meu patrão me deu. Só que hoje ele perguntou pela vitrola, se eu podia devolver para ele. Eu falei que eu devolvia. Tem muitas recordações, desde que meus pais eram vivos, morava na roça, trabalhava muito na roça, depois meus pais faleceram, casei, depois o marido adoeceu, morreu, tá com dois meses hoje e agora eu estou aqui com meu filho só. Era a única vitrola que a gente conseguiu nos anos atrás. Ouvia muita música, o pessoal da roça ia lá para casa a assistir. Lembro da música de Amado Batista, José augusto, aquelas músicas antigas, Roberto Carlos.

< Compartilha essa lembrança >


Imagens


Gabinete imagem
Colectivo Infinitos Monos 2015 by Javier Cruz